Siga nossas redes sociais!

Cinema

No Hard Feelings: Regresso às comédias de 2000

Avatar photo

Publicado

a

No Hard Feelings

Sabem o que fazia falta? Uma comédia, simples e despreocupada que nos faz rir e sorrir a cada cena quase ridícula. É com No Hard Feelings que Jennifer Lawrence salienta que o cinema não é apenas feito de obras que nos fazem pensar na vida e demonstram emoções cruas e complexas.
No Hard Feelings

Maddie (Jennifer Lawrence) está prestes a perder a casa da mãe e após uma série de acontecimentos infelizes. Um intrigante anúncio do jornal parece ser a última oportunidade para salvar a casa: pais que procuram alguém que namore com o filho de 19 anos, Percy (Andrew Barth Feldman), com o objetivo de modificar o seu lado mais introvertido, antes que este vá para a faculdade. Para abrilhantar o elenco, juntam-se os experientes Laura Benanti (Take the Lead; Tick, Tick… Boom!) no papel de Allison Becker e Matthew Broderick (Inspector Gadget; Manchester by the Sea) no papel de Laird Becker.

No Hard Feelings

Há uma certa nostalgia ao ver um filme como este, que nos leva por uma viagem às famosas comédias do início dos anos 2000, e emite um pensamento quase imediato: há uma necessidade de criar mais uns quantos filmes deste género! É o filme perfeito para o verão, que não precisa de atuações fora de série e que entrega, ao mesmo tempo que o humor, uma quantidade suficiente de sensibilidade quando retrata temas como o crescimento pessoal. Do mesmo realizador de Good Boys, Gene Stupnitsky, No Hard Feelings é libertador!

Nesta comédia, uma coisa é certa: ISTO NÃO É UMA HISTÓRIA DE AMOR!

Mais análises a filmes aqui!