Siga nossas redes sociais!

LEGO

LEGO Sonic, The Hedgehog: Green Hill Zone – Análise

Avatar photo

Publicado

a

Quem assistiu ao nascimento da Mega Drive, viu Sonic a tornar-se um ícone dos videojogos e reconhece imediatamente a música do jogo, sente a nostalgia que a imagem principal deste artigo provoca. A LEGO imortaliza à sua maneira a personagem e a Green Hill Zone.

  • Set: 21331
  • Temática: Ideas
  • Preço PVP: 69,99€
  • Número de Peças: 1,125
  • Largura: 17cm
  • Altura: 36cm
  • Profundidade: 6cm
  • Data de Lançamento: 1 de janeiro de 2022

Duvido que qualquer criança dos anos 90 não saiba quem é o Sonic e o barulho dos anéis (os mais abeis quando os apanham e os outros quando os perdem). Green Hill era o primeiro nível, que introduzia os jogadores a este universo. 30 anos passados, os jogadores podem virar construtores e juntar este set às memórias.

O set conta com 1.125 peças, numa construção variada. A própria Green Hill Zone, uma alavanca Technic, anéis, escolher que poderes são representados nas “televisões” com diferentes stickers e as figuras: além da minifigura de Sonic (que já vale por si só), podemos contruir Crabmeat, Moto Bug e Dr. Robotnik no Eggmobile. Isto faz com que o set seja bastante divertido de contruir porque não há repetições de processo.

Para os mais pequenos o set oferece ainda a oportunidade de brincar, já que a maneira como dispomos as figuras é completamente dinâmico. Outro aspecto divertido é que o construtor é recompensado com gemas à medida que completa secções, tal como no jogo.

Uma pequena nota para quem deseja expor o set: apesar do seu aspecto mais “horizontal”, é bastante robusto. Além disso, no final ficou com uma dimensão maior do que esperava inicialmente. Isto não será problema para os mais atentos, mas vale a pena referir. Este não é também um set para quem olha com desdém para o uso de autocolantes nas construções.

O set está a um preço bastante simpático e oferece aos construtores uma experiência divertida. Quer seja uma criança dos anos 90 com desejo de recordar um marco dos videojogos, ou apresentar a personagem aos mais novos, o set oferece um pouco de tudo, para todos.

Curiosidade: Viv Grannel, um fã que submeteu a ideia à LEGO e amealhou os votos necessários dos fãs (10.000 votos) para ser considerado pela marca, viu a sua ideia materializar-se pelo designer Sam Johnson.

[metaslider id=”17148″]

O Melhor:

  • Set divertido de construir e de brincar após concluído, com interatividade.
  • Apesar de pouco largo, é bastante robusto.
  • Preço convidativo.
  • Bastante fidedigno ao jogo.

O pior:

  • Não é um set desafiante de contruir.

Nota: o set foi fornecido pela LEGO, mas sem qualquer interferência do ponto de vista editorial na opinião expressada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LÊ TAMBÉM

LEGO SANTIAGO BERNABÉU – ANÁLISE

Um dinossauro no mundo das séries. Coleciona Blu-Rays, adora Legos, completa jogos a 100%, devora podcasts e ama tudo que envolva não sair de casa.

Mais artigos