Siga nossas redes sociais!

Destaques

Ragnarok terminou de um modo inesperado e desapontante

Avatar photo

Publicado

a

Ragnarok

Depois de um longo período de espera, a série Ragnarok está de regresso à Netflix para a sua terceira e última temporada. Produzida pela SAM Productions, este é um original norueguês da Netflix criado por Adam Price que estreou em 2020 e tem David Stakston como protagonista.

Para quem não sabe, Ragnarok é uma combinação de drama com fantasia que é baseada na mitologia nórdica com o mesmo nome. A série acompanha um grupo de jovens que pressentem a chegada do apocalipse, através de alterações climáticas, poluição industrial e acontecimentos estranhos a ocorrerem na cidade ficcional de Edda na Noruega.

A história desenrola-se ao redor de Magne, um jovem estudante que se muda com a família para Edda após muitos anos de ausência e descobre os seus estranhos novos poderes. Mas este é um lugar, onde se escondem muitos segredos. Ainda assim, Magne fica surpreendido ao saber que afinal ele é a reencarnação de Thor e tem de salvar esta terra de ameaças perigosas. E para isso acontecer, ele tem de enfrentar a família Jutul que também são denominados como os Gigantes, um inimigo antigo e poderoso.

Depois de inúmeros conflitos de Magne com a família Jutul, a quinta família mais rica da Noruega, finalmente aproxima-se a tão esperada guerra entre os Deuses e os Gigantes. Esta é definida como o Ragnarok, significando assim, a chegada do apocalipse. Este herói e jovem do Deus Trovão cada vez mais poderoso e invulnerável com o auxílio do seu martelo peculiar, também é acompanhado por mais pessoas que encarnam outros deuses, importantes na mitologia nórdica e neste confronto final.

Até à segunda temporada, Ragnarok tinha tido a capacidade de cativar quem estivesse a ver com uma perspetiva própria da mitologia nórdica e através das suas revelações e reviravoltas. Porém, com esta terceira temporada deitou tudo a perder. A série possuía um enorme potencial. Mas infelizmente não foi aproveitado na sua totalidade. E ainda trouxe um final completamente inesperado e desapontante, deixando qualquer um frustrado com aquilo que acabou de ver.

Ragnarok tinha a magia e a essência necessária para se tornar numa produção marcante que poderia ter ficado para a história da Netflix. Mas, não foi isso que aconteceu. E sendo eu uma pessoa interessada nestas mitologias nórdicas, esta série transformou-se numa autêntica desilusão na forma como a história terminou.


Subscreve o nosso canal do EPOPCULTURE no Youtube e segue-nos no Instagram, Facebook e LinkedIn. Junta-te à nossa comunidade no Discord.
A Comic Con Portugal, o maior festival ibérico de Cultura Pop, já tem os bilhetes à venda para a edição de 2024 aqui!

Consulta a nossa agenda de programação | Mais artigos de cinema | Mais artigos de TV & Streaming | Mais artigos de Gaming | Mais artigos de BD & Literatura | Visita ainda a nossa store com produtos exclusivos.

Autêntica geek, principalmente com tudo relacionado com filmes e séries. Esta é uma das minhas grandes paixões, de tal forma que eu resolvi criar um blog, onde partilho a minha opinião sobre o que vejo do universo dos filmes e das séries: A Geek Traveller.