Siga nossas redes sociais!

Cinema

Benedict Cumberbatch recusou papel de vilão no UCM

Avatar photo

Publicado

a

Se tivesse um pouco menos de confiança em si próprio, Benedict Cumberbatch poderia não se ter tornado no Stephen Strange of the Marvel Cinematic Universe (MCU). Em conversa com a BBC Radio 1, a estrela de Doctor Strange in the Madness Multiverse revelou que o seu primeiro contacto com os Estúdios Marvel foi num convite para tocar um vilão em Thor: The Dark World (2013).

“Doctor Strange aconteceu depois de uma pequena dança que tive para outra personagem na MCU, uma personagem com uma aparência muito breve”, disse a estrela do Duende Escuro Malekith (um papel que foi para Christopher Eccleston do Doctor Who). “Tive a coragem de dizer: ‘Sinto-me lisonjeado com o convite para a festa, mas prefiro esperar por algo mais suculento'”.

Cumberbatch também revelou que mesmo quando contactado para o papel “suculento” esperado, ele na realidade considerou recusar o convite para se tornar Estranho. “Li a banda desenhada e não gostei, porque ele é bastante antiquado, um pouco misógino, muito pertencente aos anos 70. Concluí que não seria um grande papel, mas eles disseram que seria atual, um homem atual com algumas dessas características, mas num contexto moderno em que ele pensa que é o maior, porque precisa dessa arrogância”, explicou.

No Marvel Studios’ Doctor Strange in the Multiverse Madness, o MCU liberta o multiverso e explora os seus limites como nunca antes. Viaje para o desconhecido com Doctor Strange, que, com a ajuda de novos e velhos aliados, atravessa as realidades insanas e perigosas do Multiverso para enfrentar um misterioso novo adversário”, afirma a sinopse oficial do novo filme.

Doctor Strange in the Madness Multiverse está agora em cartaz nos cinemas.

 

 

LÊ TAMBÉM

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura – Análise

 

Os especialistas do Conteúdo da Cultura Pop.

Mais artigos