Connect with us

Cinema

MORBIUS: O QUE ESPERAR

Avatar photo

Published

on

Temos vindo a assistir à uma criação brutal de um catálogo de super-humanos em adaptações cinematográficas – e uma dessas novidades é o novo filme da Sony Pictures.

A história de Dr. Morbius é complicada e cruza os caminhos de vários outros heróis e vilões da Marvel: principalmente Homem-Aranha, mas também Blade , X-Men, Dr. Strange, Ghost Rider e The Punisher, entre outros. Michael Morbius nasceu na Grécia com uma doença rara no sangue que o deixou isolado do mundo e, devido à sua condição, ficou também com características faciais impróprias e fragilidades físicas. O jovem Morbius destacou-se intelectualmente e através da sua formação em ciência bioquímica, estudou interminavelmente as áreas de biologia humana e animal, bem como hematologia (o estudo do sangue), com a finalidade de tentar encontrar uma cura para sua rara condição incurável. Na expectativa de se curar, o agora Dr. Morbius tentou um ensaio laboratorial com ADN de morcego vampiro e terapia de choques elétricos, que em vez de curá-lo, deu-lhe uma espécie de vampirismo.

Esperamos habilidades especiais

Como a maioria das histórias que envolvem vampiros, Morbius tem a pele pálida (nada de novo), sensibilidade à luz solar e um grande desejo por consumo de sangue humano. No entanto, é aqui que as semelhanças parecem encaixar. Os ossos de Morbius, através do seu ensaio laboratorial, agora são ocos, dando-lhe a capacidade de se mover rapidamente e deslizar pelo ar. Não tem habilidades necessariamente de voo, mas é capaz de fazer algo chamado transveção, que permite que Morbius deslize sem peso pelo ar com a ajuda de correntes de vento e conhecimento intuitivo de como se movimentar (so far so god). Além disso, o seu pseudo-vampirismo dá-lhe força sobre-humana. Todas estas características são úteis quando ele está em modo “caçador” de sangue fresco, tentando curar-se e de alguma forma sem nunca se tornar um herói ou vilão.

Esperamos mais uma transformação incrível de Jared Leto

A capacidade ‘camaliónica’ de Jared Leto não é novidade para ninguém. Desde os seus primeiros papéis em filmes como Fight Club e A vida não é um Sonho, Leto ganhou e perdeu dezenas de quilos para colocar o seu corpo no ponto certo para combinar com as personagens que ele está a desenvolver. Jared Leto também trabalha intensamente no desenvolvimento de todos os seus papeis. Enquanto se preparava para seu papel como Harry Goldfarb no A Vida não é um Sonho de 2000, morou nas ruas de Nova York durante semanas para se adaptar ao estilo de vida da sua personagem como toxicodependente – perdendo uma quantidade de peso no processo surreal. Em 2007, na preparação para o seu papel como Mark Chapman no filme Capítulo 27, Leto ganhou 67 quilos e isso afetou o seu corpo. Este ganho de peso exponencial transformou-se em dores intensas nos pés, o que o fez recorrer muitas vezes a cadeira de rodas. A recuperação desse papel levou cerca de um ano para voltar a um lugar que parecia minimamente normal.

A transformação física que Jared Leto se propôs em Morbius é igualmente cansativa. Em linhas semelhantes à transformação para interpretar “Joker”, Leto faz refeições a cada duas horas e pratica exercício físico durante várias horas por dia – concentrando-se em artes marciais, boxe e exercícios de musculação para aumentar a massa muscular. Embora o ator seja vegan, isso não impediu de ganhar peso.

As infinitas possibilidades do Dr. Morbius

Este filme é especialmente emocionante para o franchise da Marvel porque abre portas a várias novas histórias diferentes das bandas desenhadas originais dos anos 70 que ainda precisam ser exploradas num ambiente cinematográfico. Como falamos, a série de banda desenhada faz crossover com Blade, mas também personagens menos conhecidas como The Midnight Sons e The Outlaw.

Se a Marvel está à procura de expandir os desejos mais sombrios do seu público, já que houve uma geração inteira que cresceu até à idade adulta com a Marvel, agora seria o momento certo para o fazer. Se assistirmos ao trailer de Morbius, podemos supor que este filme será o início de muitos filmes, não necessariamente apenas e só sobre o Dr. Morbius, mas no universo de Homem-Aranha que agora está a expandir-se com o fim dos filmes Avengers.  No trailer há uma referência a “aquela coisa em San Francisco”, que é uma referência direta à personagem de Tom Hardy em Venom , assim como créditos de Homem-Aranha espalhados pela tela, dizem-nos que este filme vai tecer de alguma forma o seu caminho para o Spider-verse.

No final do trailer, há um pequeno teaser, que inclui Michael Keaton. Apesar dos comentários na internet, alegarem que esta é uma tentativa de trazer de volta um crossover da DC com um dos atores originais que interpretou Batman, a personagem que Keaton interpreta é Adrian Toomes – também conhecido como Abutre. Abutre é um super vilão que certamente veremos com frequência. Com a ajuda de seu arnês, ganha capacidades de voo de precisão e super força. Essas capacidades, juntamente com seu intelecto, fazem do Abutre um oponente formidável que apareceu em todo o Universo Marvel em forma de banda desenhada.

Um fio comum entre Morbius, Abutre e Homem-Aranha é a aparição pronunciada na série de banda desenhada “Marvel Zombies de 2005-2006”. Com vampiros, zombies e doenças horríveis, a Marvel poderá ter a cultura de entretenimento na mão.

Resumindo, só se esperam boas coisas!

Os especialistas do Conteúdo da Cultura Pop.

Mais artigos