Connect with us

Destaques

EPOPCULTURE SUGERE “BACK 4 BLOOD”

Avatar photo

Published

on

epopculture sugere

Outubro está recheado de boas surpresas e muitas novidades em termos de lançamentos e adições nas plataformas digitais em que estamos subscritos. Dentro deste imenso universo, sem dúvida que existe um jogo que merece toda a nossa atenção neste mês pela sua jogabilidade, pela forte componente cooperativa e pelos gráficos mais realistas e gore, quando comparado com o anterior trabalho da Turtle Rock Studios, de onde este título veio inspirar-se, o “Left 4 Dead”. Estamos, obviamente, a falar do seu sucessor espiritual, o novo horror online multiplayer que nos vai fazer enfrentar com tudo o que temos, hordas de zombies e outras criaturas dantescas enquanto tentamos salvar a nossa equipa do caos, o incrível “Back 4 Blood”.

Quem teve a oportunidade de experimentar a sua versão Beta, confirmou que a hype é mesmo real e que este tem todos os ingredientes para ser o próximo jogo de terror multiplayer do momento. Depois de um surto que dizimou a maior parte da humanidade, quem sobreviveu ficou, maioritariamente, infetado. Ainda assim, um grupo restrito de pessoas continua a tentar lutar pela vida, enfrentando hordas infinitas de zombies para reconquistar o que resta neste mundo pós-apocalíptico.

analise

Começamos esta aventura num acampamento militar, onde encontramos os nossos colegas de equipa e podemos aceder às missões disponíveis e inclusive experimentar as diferentes armas para perceber qual delas se identifica mais com o nosso estilo de jogo. No meu caso, a velha AK47 foi a maior aliada e amiga, mas não descurem nas granadas, que dão uma valente ajuda quando as coisas se complicam no campo de batalha. Ainda dentro do acampamento podemos escolher o modo de jogo: Campanha ou PVP (Player VS Player). Este último, muito semelhante ao já existente em “Left 4 Dead 2” não foi de todo o favorito. Ganha a melhor equipa dentro de três rondas, revezando entre os Zombies e Humanos, numa mecânica pouco intuitiva e nem sempre com uma jogabilidade aliciante. Ainda assim é uma feature interessante para descontrair entre os momentos mais tensos. Por outro lado, a galinha dos ovos de ouro de “Back 4 Blood”, as Campanhas, sendo que na versão Beta conseguimos explorar apenas o primeiro ato. Contudo, dentro dos oito níveis disponíveis, algo chamou imediatamente à atenção: a forma fluída como o gameplay se desenrolava, misturado com objetivos curtos como derrotar pequenos bosses dentro dos cenários em ruínas, a fluidez do jogo num ritmo que nos deixa muitas vezes sem respiração, o grande lote de armas que podemos escolher e o facto de em cada Safe House, termos a possibilidade de comprar novos itens e até mesmo fazer upgrade dos que mantemos no inventário, são alguns dos seus pontos mais fortes. Aliado a isto, as mortes sangrentas e explosivas e os momentos em que as hordas se movimentam em grande velocidade contra a equipa, fazem com que a cooperação entre todos seja efetivamente a chave para sair daquele cenário com vida e de certeza marcam o compasso para horas e mais horas de diversão (e frustração também).

analise sugere

Os diálogos entre as personagens que podemos escolher também são um pormenor muito interessante e que traz uma certa individualidade a cada um deles. Entre os mais cómicos, explosivos, maternais ou altruístas, esta característica foi sem dúvida uma boa adição ao jogo, principalmente porque através das conversas espontâneas que vão surgindo, conseguimos identificarmo-nos mais com uns do que outros, o que confere uma maior proximidade à pessoa que assumimos ser dentro deste universo macabro.

Estas e muitas mais features estão presentes neste “Back 4 Blood” que estará disponível dia 12 de outubro, nas plataformas Xbox Game Pass para Xbox Series X|S, Xbox One e PC, Steam, Epic Games Store e para as consolas PlayStation®5 e PlayStation®4.

E quanto ao resto, descobre por ti próprio, se te atreveres!

 

 

LÊ TAMBÉM

“UnMetal um Tributo aos Clássicos Títulos Metal Gear de MSX

 

Metade humana, metade geek, esta espécie rara do universo gaming não dispensa uma tarde de jogatinas como nos bons velhos tempos com os vizinhos do bairro. Mal sabia ela que esta pequena paixão um dia se ia tornar num verdadeiro amor pela Cultura POP, daqueles para a vida toda. Jogos, animes, k-pop, séries, filmes, venham eles e é uma miúda feliz. Fazer gameplays é totalmente a sua praia, por isso criou o seu ninho da felicidade no Youtube, onde se dedica ao melhor hobby de todos, que a faz dar as maiores gargalhadas e permitiu encontrar a comunidade onde pertence, sem limites nem julgamentos.