Connect with us

BD & Literatura

Yellowface: O tokenismo satírico

Avatar photo

Published

on

Yellowface

Depois de Babel: An Arcane History, R.F. Kuang não perdeu tempo e lança agora um dos livros mais esperados de 2023. Yellowface é uma bomba prestes a explodir sobre o mundo editorial e a autora não teve medo de transformar uma obra de ficção na crítica mais dura e crua sobre uma indústria que está longe de ser perfeita.

Portanto passamos de Oxford, numa era vitoriana, para uma narradora que é tudo menos confiável, com um tom satírico e uma temática demasiado realista. Kuang escreve personagens destinadas ao ódio do público como ninguém. Nem por um momento parece ser possível ter pena ou até sentir conexão com a protagonista, June Hayward – ou pelo menos não seria suposto. Afinal, estar na mente de uma mentirosa, que faz plágio do trabalho da amiga e navega pela indústria literária a recolher louros que não lhe pertencem é desconfortável e enervante.

Navegamos por temas como o privilégio, racismo e assédio digital, sem esquecer a superficialidade da inclusão – o tal tokenismo que por vezes não consegue evitar marcar presença. Esta é uma indústria com falta de diversidade, que tenta esconder essa falha com progressos irrealistas e discursos inclusivos esgotantes, que são uma minuta pronta a disparar ao mínimo ataque. O perigo das redes sociais é também explorado na ótica da cultura do cancelamento, e prova que um click ou post errado, podem começar ou acabar uma carreira.

A leitura é rápida, difícil é a tarefa de pousar o livro antes do seu término. Mais um trabalho de R. F. Kuang que promete uma concorrência feroz a favorito do ano.

———————————————————————————
SINOPSE
June Hayward e Athena Liu tinham tudo para serem autoras de sucesso, mas não estavam ao mesmo nível. Após a morte de Athena, June age impulsivamente e rouba o manuscrito da amiga – um livro sobre o trabalho não reconhecido dos trabalhadores chineses durante a Primeira Guerra Mundial – lançando-o com o pseudónimo Juniper Song. Perante o feito, June terá agora de enfrentar os desafios e consequências da sua mentira e sucesso, numa jornada que levanta questões raciais, de diversidade e apropriação cultural.

“Yellowface” de R. F. Kuang, já foi lançado em inglês, sem data de lançamento em Portugal.

Mais artigos